Skip directly to content

Acre

Shaikh As'ad al-Shukairi

Shaikh As’ad al-Shukairi, eleito por Acre ao Parlamento Otomano em 1908 e 1912. Ele estudou lei religiosa islâmica, graduando-se pela Universidade Al Azhar, do Cairo.

Mesquita Jazzar

O pátio interno da Mesquita Jazzar em Acre, construída em 1781 por Ahmad al-Jazzar, que em 1799 impediu o avanço das tropas de Napoleão através da Palestina com a ajuda da esquadra naval britânica comandada por Sir Sydney Smith.

Joalheiros de Acre

Joalheiros na Cidade Antiga de Acre 

A Associação Muçulmana de Moços

Membros fundadores da AMM – a Associação Muçulmana de Moços –, espelhada na Associação Cristã de Moços, Acre, 1928. 

O Clube Esportivo de Acre

Membros do Clube Esportivo, Acre, 1928. Terceiro à direita, na segunda fila, Ahmad Shukairi (veja 69, 105), que mais tarde se tornaria o líder da OLP (Organização para a Libertação da Palestina).

Acre

Acre, olhando-se ao sul para a Cidade Antiga e os novos subúrbios. Ao final do Mandato, a população total de Acre era de cerca de 12.360, dos quais aproximadamente 50 eram judeus e o resto, palestinos. Forças sionistas capturaram a cidade em 17 de maio de 1948 (veja 416–417).

As firmes muralhas do mar de Acre

As firmes muralhas do mar de Acre, originalmente construídas no século 9 d.C.

Dr. Daoud Bulos com sua familia

Dr. Daoud Bulos, médico protestante, com sua esposa Adla e filho Nasib (que depois se tornou advogado), Acre, 1923. 

Capturando Acre

Forças do Haganah capturando Acre, cerca de 16 de maio de 1948. A cidade de Acre também fica do lado de fora das fronteiras do Estado judeu previsto na recomendação de partilha da ONU. 

Captura Acre

Moradores civis de Acre sendo conduzidos como gado para a prisão depois da captura da cidade, 17 de maio de 1948.