Skip directly to content

Haifa

Tropas indianas

19  Tropas indianas (lançadores Jodhpore e Mysore, 15ª Brigada do Serviço Imperial de Cavalaria) entram em Haifa, 23 de setembro de 1918.

Cortejo Fúnebre do Rei Faisal I do Iraque

Cortejo fúnebre do Rei Faisal I do Iraque passando por Haifa, 1933. O rei morrera numa visita à Europa, e seu corpo estava a caminho do Iraque.

Um Casamento Cristão, Haifa,

Um casamento cristão, Haifa, 1930. O noivo é Hanna Asfour, um advogado católico palestino (veja 250, 270); a noiva, Emily Abu Fadil.

Terceiro Congresso Nacional Palestino

Terceiro Congresso Nacional Palestino, Haifa, 14 de dezembro de 1920. Os participantes do congresso representavam as principais cidades palestinas e seus distritos.
O terceiro à direita, na última fila, é o futuro líder palestino Haj Amin al-Husseini (veja 88, 100, 202, 290) poucos meses antes de se tornar mufti (intérprete da lei religiosa) de Jerusalém em maio de 1921.

A Palestina e o Petróleo

O oleoduto do Iraque a Haifa sabotado por guerrilheiros, verão de 1936. Esse foi talvez o primeiro exemplo das implicações do problema palestino ao fluxo de petróleo para o Ocidente.

Imigração Ilegal (2)

Ao final da Segunda Guerra Mundial, a liderança sionista decidiu sabotar o regime britânico na Palestina como um prelúdio à criação do Estado judeu.

A Estação de Trem de Haifa

Estação de trem de Haifa bombardeada por terroristas sionistas, outono de 1946. 

Três Colegas

Três colegas, Haifa, 1934. 

Muna Asfour

Muna Asfour, posteriormente casada com o arquiteto Bahij Saba (agora cidadão americano), Haifa, 1937. 

Dr. Nimr Tuqan

Dr. Nimr Tuqan, patologista e brilhante mímico de Nablus, com enfermeiras no Hospital Governamental de Haifa, 1947. Irmão de Ibrahim Tuqan (veja 355), ele se tornou o patologista- chefe do Hospital da Universidade Americana de Beirute.